Di Cavalcanti & Associados | Consultoria Empresarial

Di Cavalcanti & Associados | Consultoria Empresarial

Imprensa

02/04/2017

A TJLP quase igual a Selic?

Embalado com a perspectiva de uma inflação de 4% no ano e a possibilidade de fechar 2017 com taxa Selic de menos que 9%, ao ano, o Banco Central começou a divulgar que nos próximos diaspromoverá uma mudança radical na Taxa de Juros de Longo Prazo criando uma nova TLP, cujo objetivo é retirar totalmente os subsídios do governo para investimentos como maior número de ano para implantação e maturação.

 

Apesar dos presidentes do BNDES, Maria Sylvia Basto, e do Banco Central, Ilan Goldfajn, apostarem na sua criação ainda neste semestre, por Medida Provisória, a ideia de uma taxa de juros de longo prazo próxima à Selic é olhada com desconfianças por financistas que não veem as condições básicas para a proposta.

 

Segundo o consultor de negócios Ricardo Di Cavalcanti a equipe econômica pode até pensar numa taxa diferenciada, mas vai precisar entregar um pacote de condições estruturais como taxa de inflação, Selic, redução da relação Dívida/PIB e do déficit público que não existe ainda e que levarão tempo. Para ele, o governo Temer acertou ao baixar a TJLP para 7% ao ano, mas mirar numa taxa que faça a empresa pagar o que paga o Tesouro Nacional exigirá bem mais da sua equipe econômica.


 

JORNAL DO COMMERCIO
ECONOMIA – JC NEGÓCIOS – FERNANDO CASTILHO