Di Cavalcanti & Associados | Consultoria Empresarial Di Cavalcanti & Associados | Consultoria Empresarial

Fone: (81) 3326.1818

Informes

14/02/2019

https://lh3.googleusercontent.com/I7sw1IO0AdZuCdJHLkTyxzocsV_20FN1uQPVmQZkefr2wp8rIaeSp-gqYjnjId7eYBTdCoZnRPKO1ym8A48RRF58l32r4CdZvyHH8I0IAqivILe3L5WWqVNlA4Gf9DzJJD4gBk-k_I5ttWrB7Q Comércio Atacadista / Distribuidor – Guerra Fiscal 
 

Paraíba e Alagoas disponibilizam benefícios ficais tanto para Comércio Atacadista, quanto para as CD’s – Centrais de Distribuição, priorizando as vendas interestaduais, já que o grande mercado é do Estado vizinho - PE. A estratégia é obter aumento de arrecadação, geração de empregos e de novas rendas, através da concessão de créditos presumidos, contribuindo assim para um cenário mais competitivo na atração de novos investimentos.

 

Empresas Pernambucanas têm constituído subsidiárias integrais ou filiais em PB ou AL, transformando-as em Centrais de Compras, haja vista o significativo ganho fiscal, já que é de 12% a alíquota do ICMS Interestadual. Na Paraíba, o Incentivo Fiscal permite que se recolha de fato apenas 1% nas operações interestaduais e 4% nas vendas internas.

 

Pernambuco não oferece benefícios fiscais para o Comércio Atacadista. Porém, tem atraído Centrais de Distribuição através da concessão de incentivos fiscais, sendo eles: Créditos presumidos de ICMS correspondente a 3% sobre as entradas de mercadorias e 3% nas saídas interestaduais, com a exigência de um recolhimento mínimo semestral, no montante de 5% do faturamento para mercadoria em geral. 4% para produtos Eletrônicos e Informática, 3% para produtos Pneumático e afins e para o de Cosméticos, apenas 2%.

 

Há 26 anos a Di Cavalcanti atua em prestação de serviços a seus clientes na Guerra Fiscal junto aos Governos Estaduais e Municipais no Nordeste Oriental.


https://lh3.googleusercontent.com/I7sw1IO0AdZuCdJHLkTyxzocsV_20FN1uQPVmQZkefr2wp8rIaeSp-gqYjnjId7eYBTdCoZnRPKO1ym8A48RRF58l32r4CdZvyHH8I0IAqivILe3L5WWqVNlA4Gf9DzJJD4gBk-k_I5ttWrB7Q Fiança Bancária -> FNE Banco do Nordeste 
 

Empresas que almejem financiamentos FNE Banco do Nordeste para montante acima da sua capacidade de pagamento atual- limite de risco de crédito-, e que não desejem ou não tenham disponíveis garantias hipotecárias para oferecerem, estão utilizando intensamente Fianças Bancárias.

 

Os Bancos Privados abaixo relacionados, atuantes em nossa Região, estão com o produto em prateleira, formatado, sendo oferecido com baixíssimo custo, desde que a Empresa não possua sérias restrições cadastrais e disponha de recebíveis como contra garantia a fiança a ser concedida.

 

O custo da fiança está variando entre 1,5% e 3% a.a. Em contrapartida, a Empresa não precisa efetuar gastos com documentações de imóveis, avaliações, convalidações e despesas cartoriais com registros das hipotecas.

 

O Banco do Nordeste está aceitando fiança dos Bancos Itaú, Santander, BTG Pactual, Daycoval, Safra, Bradesco, dentre inúmeros outros.



https://lh3.googleusercontent.com/I7sw1IO0AdZuCdJHLkTyxzocsV_20FN1uQPVmQZkefr2wp8rIaeSp-gqYjnjId7eYBTdCoZnRPKO1ym8A48RRF58l32r4CdZvyHH8I0IAqivILe3L5WWqVNlA4Gf9DzJJD4gBk-k_I5ttWrB7Q BNDES Direto – Securitização de Recebíveis 
 

Para operações acima de R$ 10 milhões, o BNDES aceita como garantia para as suas diversas linhas de financiamentos, garantias com recebíveis, não exigindo hipoteca de imóveis.

 

Por não ser Banco Comercial, é importante que o cliente contrate o serviço de securitização da cobrança no sistema financeiro nacional.

 

Os Bancos que tem atuado nesses serviços para os nossos clientes são: Caixa, Itaú e Santander.

 

Eles não precisam dar a garantia, apenas prestam serviços de cobrança/ securitização, cobrando tarifa.

 

Aprovação de crédito e de incentivo fiscal => O efetivo diferencial da 
Di Cavalcanti Consultoria Empresarial